O que é importante no mundo

Qual a coisa mais importante no mundo?

Eu não tenho a pretensão de responder esta pergunta, você tem?

Blogs são plataformas virtuais de opiniões pessoais. E gratuitas. Você também pode ter um.

Quando decidi criar um Blog não foi pra expressar a sua opinião ou a que te agradasse, mas a minha.

Portanto sinto muito não cumprir suas expectativas, mas este é um Blog com opiniões pessoais e continuará sendo. Você tem todo o direito de falar sobre a merda que quiser assim como eu tenho o direito de discordar, mas não venha me pedir para respeitar a opinião opressora. Aqui – e na página – não serão aceitos comentários depreciativos e eu posso bem falar sobre qualquer assunto e até por isso, Blogs e perfis em redes sociais são PESSOAIS.

Ces tão fazeno tudo errado!

Ces tão fazeno tudo errado!

Militando no feminismo eu já via isso. Muito diziam “mas as mulheres já conquistaram o mundo, por que não protestam contra a fome na África?” ou “por que não lutam contra a corrupção?”. UAI! Porque pra fazer uma coisa não precisa deixar de fazer outra e porque é perverso dizer a outra pessoa que algo é MAIS IMPORTANTE quando isso na verdade é RELATIVO.

Com a palavra, Valesq

Com a palavra, Valesquinha:

Jostein Gaarder, autor do romance O Mundo de Sofia (que me marcou muito, por ser um dos primeiros livros de “gente grande” que li) dizia em um de seus questionamentos sobre o que é importante, que se perguntarmos a quem tem fome sobre o que é importante, essa pessoa dirá “comida”. Se perguntarmos a quem “tem frio”, a pessoa dirá “calor” e assim sucessivamente conforme as circunstâncias. É relativo. Por isso a noção de “mais importante” é pessoal e deve ser guardada só pra você. Ou não. Se você julga realmente importante, crie um Blog e diga ao mundo o quanto isso é importante. Mas pare de se achar no direito de achar que as outras pessoas devem pensar como você.

Advertisements

15 thoughts on “O que é importante no mundo

  1. Comentários depreciativos não enriquecem a discussão, mas comentários construtivos que porventura se oponham ao seu ponto de vista, sim.
    Fiz um comentário no texto do pequeno príncipe que até hoje não foi aceito e me pergunto pq já que em nenhum momento critiquei o seu trabalho nesse blog, apenas expressei um ponto de vista diferente do seu.

  2. Luara, desculpa pq não levei em consideração que blogueiros também tem vida, né? É que com o tempo a gente vai perdendo a paciência com pessoas que não sabem aceitar uma crítica sincera. Mas já li sua resposta e entendo essa antipatia que a gente cria com certezas coisas pela forma como as pessoas a fazem parecer e não pelo que são.

    De todas as formas, espero que vc já esteja melhor. Fiquei também feliz de saber que não sou a única louca no mundo que inventou de se aventurar num relacionamento a distância. Rs.

    Beijo

    • Hahaha pode ter certeza que também fiquei feliz em saber que não sou a única. É complicado, mas eu defendo demais, principalmente porque alivia muito. É difícil confiar nas pessoas, mas este é um defeito (?) ou uma qualidade (?) que eu quero levar comigo em todos os meus relacionamentos. Amorosos, virtuais, enfim. Agradeço mais uma vez e apareça sempre que puder.

      Beijão e brigada mais uma vez!

  3. Luara, falou tudo e mais um pouco.
    Para nós que temos blogs, realmente estamos sujeitos a atrair leitores de todos os tipos. Alguns concordam e outros não. O importante mesmo é quando a crítica é construtiva e faz você parar por um instante para reavaliar ou simplesmente argumentar o seu ponto de vista de maneira inteligente. Agora, quando o comentário tende para ofensas… hum, aí o negócio fica complicado mesmo.
    Beijos.

    • Sim! E pior é quando temos que ler que devíamos nos preocupar com outras coisas ou que nosso assunto é “besteira”. Poxa, pode ser besteira pra pessoa, mas se chegamos a escrever e dedicar nosso tempo sobre, é porque é interessante de algum modo pra nós. Se a pessoa não acha interessante, beleza, que fique na dela. É uma direito. Agora querer ditar o que eu devo ou não falar não lhe diz respeito.
      As pessoas são muito mesquinhas e fazem uma noção muito errada sobre liberdade de expressão.
      Acham que podem fala qualquer coisa sem medir as consequências, mas isso é assunto para outro post.
      Obrigada pelo comentário, Vânia.
      Estava dando uma lida no seu blog, muito lindo! Quero comentar lá depois.
      Obrigada e volte sempre =)

  4. Luara, eu não entendí o porque disso tudo, mas boto muita fé nas suas opiniões e acho muito desgastante ficar metendo o bico onde não se é chamado. Cada um na sua e respeito é fundamental.
    Beijo no coração da amiga,
    Manoel

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s