O que a demissão do jornalista Lélio Gustavo significa pra imprensa esportiva nacional?

Depois que o Paulo Morsa, comentarista parcial e irresponsável chamou o GALO (nas oitavas de final da Libertadores 2013) de ”cavalo paraguaio”, citando nominalmente jogadores que segundo ele seriam meros perdedores e os integrantes do programa ”Jogo Aberto” se limitarem a rir da situação, Lélio também fez ofensas ao Paulo Morsa, Denílson (ex-jogador e comentarista do programa) e à apresentadora Renata Fan. Em relação à apresentadora inclusive, ele usou termos como ”galinhona” (não sei qual era o objetivo, mas nós sabemos bem a conotação desse termo quando direcionado às mulheres, né?). Isso sem contar a quantidade de termos chulos e machistas disparados aos integrantes do programa da Band, que eu me recuso a citar aqui.

Agora Lélio Gustavo foi ameaçado de processo por ofender o Vitória da Bahia e o jogador revelado no Clube (atualmente no Atlético Mineiro) Neto Berola. A polêmica, que começou depois de Berola reclamar em seu perfil no Instagram da ”perseguição” do comentarista esportivo Bob Faria (Globo Minas) rendeu e levou o jornalista Lélio a defender o colega de profissão ofendendo o jogador e o referido clube que o revelou. Hoje, segundo o jornal O Tempo, foi confirmada a demissão do Lélio Gustavo da Rádio Itatiaia, onde trabalhava há mais de 20 anos.

Ainda em seu post no instagram, Berola disse: ”só porque eu não te pago para falar bem de mim…”. Isso em um momento em que outro clube baiano, o Esporte Clube Bahia, divulga uma lista de jornalistas que receberam para se posicionarem publicamente contra a intervenção que tirou Marcelo Guimarães da presidência e prometeu tornar a gestão mais transparente e democrática. O caso que já é conhecido como ”Jabá do Bahia” preocupa não só torcedores e amantes do futebol, mas todo um povo que vê agremiações esportivas serem usadas num jogo político e obscuro.

Imagem: Jornal O Tempo

Imagem: Jornal O Tempo


Em tempos de redes e mídias sociais, os jornalistas esportivos ainda não aprenderam a lidar com seu público. Bloqueiam comentários, ignoram questionamentos e muitas vezes sequer apuram as notícias. Já não dá pra apenas não levar a sério a imprensa esportiva nacional. Obviamente também não se trata de legitimar esse tipo de comportamento dos jogadores, muito menos de generalizar o trabalho dos jornalistas esportivos brasileiros, mas é necessário cobrar que sejam mais responsáveis com seu público, com os atletas e com a profissionalização do esporte no Brasil. É inadmissível o amadorismo de alguns jornalistas e comentaristas. Mais transparência para o esporte para garantir a popularização do mesmo e o direito pleno ao lazer e à cultura!

*Não sou das mais otimistas a achar que a demissão do Lélio é uma grande vitória de um jornalismo esportivo NO MÍNIMO mais responsável, afinal ele só foi demitido agora, depois de ofender homens (como o presidente do Vitória) que querendo ou não, detém certo poder e o ameaçaram de processo. Não vi esse tumulto todo quando ele ofendeu de maneira machista e grosseira a Renata Fan, por exemplo. No entanto fica a reflexão sobre a nossa imprensa esportiva e principalmente sobre como devemos nos manter críticos em relação a ela.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s